Cervejarias na Bélgica

Conversando sobre um roteiro de cervejas com uma cliente, achei muito interessante e pensei vou escrever um artigo para ela e compartilhamos com nossos amigos viajantes e apreciadores de cervejas. 

O destino escolhido foi a Bélgica – Cervejaria. A cultura cervejeira belga é muito forte, uma tradição de cervejas fortes, aromáticas, perfumadas, aliado a tradição dos mosteiros e abadias.  Na referência da cultura belga, atualmente ouve-se muito sobre a tradição milenar das Cervejas de Abadia e Trapistas.

Curiosidade: 

Por que o nome Cervejas Abadia e Trapistas?

Ordens religiosas têm fabricado cerveja na Europa desde a Idade Média. A fabricação de cervejas era parte dos trabalhos diários dos monges e padres nos mosteiros e abadias medievais. Boa parte dessas instituições foram destruídas mas mesmo assim ainda restam muitos registros dessas atividades que foram fonte de sustento para eles e todo o entorno do mosteiro

Como cultivavam os ingredientes, eles mesmo fabricavam o produto, que era isento de impostos. Parte do excedente era oferecida gratuitamente aos andarilhos e peregrinos que buscavam essas instituições. As abadias e mosteiros tiveram grande importância na manutenção e difusão da cultura cervejeira, só na Alemanha medieval eram quase 500 mosteiros-cervejarias.

Sendo um produto pensado para o consumo durante a época do jejum – quaresma, foi só em Em 1662, que o Papa Alexandre VII aprovou a ingestão de bebidas pelos penitentes, decretando que o líquido não quebrava o protocolo. Já o vinho não foi incluído nessa lista e isso aproximou ainda mais a cerveja e os religiosos católicos.

O termo trapista deriva do mosteiro de Notre-Dame de La Trappe, na Normandia. Os mosteiros trapistas são conhecidos por seus produtos como pães, biscoitos, queijos e cerveja, produzida tanto para o consumo dos monges, quanto para venda. São aproximadamente 171 mosteiros trapistas, mas só 12 produzem cervejas que são certificadas e autorizadas a utilizar o selo autêntico.

Saiba Mais: http://www.clubeer.com.br/blog/post/666-a_historia_das_trapistas_

Dicas de um roteiro Trapista: https://roteirotrapista.wordpress.com/

 

Se gostou do artigo, compartilhe com seus amigos! 

E lembre-se quando quiser viajar: Diga: Aline, quero viajar!

 

Fontes:

http://revistadacerveja.com.br/belgica-um-passeio-no-mundo-dos-mosteiros-e-abadias/

http://www.destinomunique.com.br/cervejarias-bruxelas/

 

Imagens: Pixabay

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.